As Universidades corrigem-se e aperfeiçoam-se. Não se desacreditam nem se destroem

Descrição
Informa sobre o discurso do Prof. Veríssimo Serrão na tomada de posse no cargo de reitor da Universidade clássica de Lisboa, o qual defendeu que na sua estrutura e funcionamento as universidades corrigem-se e aperfeiçoam-se, não se desacreditam nem destroem. Diz: "tão fecunda tem sido a universidade, refiro-me aos últimos 100 anos, que soube reformar os quadros intelectuais deste país, e tão criadora, que até abasteceu de matéria cinzenta muitos dos que hoje a criticam ou negam, já esquecidos por ingratidão da parte formativa que lhe devem. [...]
Data de publicação
Extensão
3 f.
Tipo de documento
Recorte de jornal
Idioma
por
Coleção
Institucional